domingo, junho 04, 2006

GATOS, POR QUE SIM...

A curiosidade de uma visita, hoje, fez-me escrever estas linhas. Como confissão, devo assumir que tenho gatos, por que sim.

Por que gosto muito dos meus Amigos. Por que são parte da minha vida. Praticamente desde sempre, como tenho vindo a contar neste blog. O espaço é tão deles como meu. A casa é razoavelmente grande, dá bem para um Gatopardo, uma Menina e 4,9 gatos.

Com muitas janelas por onde entra o sol. (E sobra espaço para muitos livros...).

Por que tenho por forma de vida procurar as coisas de que gosto mesmo.

Para além dos meus (a Nina e o Barrabás, juntos na foto, a Kikas, o Garfield e, agora, também o Strider), tenho muitos afilhados espalhados por outras casas. De pessoas que gostam tanto de gatos como eu. Como nós. Trazidos da rua.

11 comentários:

Alexa disse...

Gosto de gatos, porque sim!...
Gosto de gatos, porque gosto!
Desde os meus 6 anos, que, também, sempre tive gatos, em casa da minha mãe: começou por ser apenas 1 e, com o passar dos anos, chegaram a 10.
Depois, mudei-me para a minha casa nova e, no espaço de 1 ano e meio, já tive 5 gatas (uma delas que, infelizmente, faleceu passados 2 meses de estar comigo).
Como diria um amigo meu, existem as "cat's people" e as "dog's people".
Apesar de gostar de ambos os animais, rendi-me há longo tempo aos gatos... porque são animais muito especiais e com uma "personalidade" muito semelhante à minha.
Bem vindo ao clube, Gatopardo! ;)

escorpiaotenhoso disse...

Por razões de "DNA / PDI", os gatos fazem parte da minha vida há muito tempo. E é muito bom em todos os sentido..., hehehehe

Gatopardo

Rodrigues disse...

Como tu dizes, Gatopardo, eu sonho com gatos. E está tudo dito! :)

Meow disse...

Mas há quem não compreenda esta paixão pelos gatos...

Ao que eu respondo: Não compreendo as pessoas que não gostam de gatos! Compreendo aqueles para quem os gatos são indeferentes, mas as pessoas que não gostam de gatos...

A tal colega com quem partilho casa é um desses casos! E confesso que já cheguei a pensar em ir viver sozinha e pronto! Quer dizer, sozinha não... com um amiguinho felino!!

Mas outros casos há! Pessoas que gostam de gatos mas não os querem em casa por várias razões: porque deixam pêlos por todo o lado; porque acham uma crueldade deixar os gatos "presos" em casa enquanto estamos a trabalhar; porque arranham o sofá, etc, etc. E o meu namorado faz parte deste grupo de pessoas, com imensa pena minha!!!

escorpiaotenhoso disse...

Rodrigues,

Sonhar com gatos é uma felicidade, feitas de todas as cores destes nossos amigos tão generosos. Gostei de ler o teu comentário

Gatopardo

escorpiaotenhoso disse...

Meow,

Nem toda a gente consegue gostar de gatos, como há quem deteste árvores, por exemplo. Os gostos das pessoas nestas matérias normalmente transmitem elementos cruciais relativos à sua própria personalidade, que muitas vezes não queremos ver e mais tarde enfrentamos constrangimentos desnecessários.

Pelo que dizes, é óbvio que o teu namorado não tem sensibilidade para gatos. Não faço ideia qual o grau de envolvimento da vossa relação, mas se queres namorar a sério e procuras alguem especial para amar e partilhar a vida, tem em atenção que restrições da natureza referida sobre a posição com que ele olha os gatos pode revelar outros aspectos menos compatíveis contigo. E muitas vezes essas coisas quando sucessivamente ignoradas acabam por se pagar caro.

Um namorado que goste de ti como certamente mereces vai aceitar naturalmente os teus gostos. O que é uma porcaria de um sofá comparado com um amigo para a vida que pode ser o teu futuro gato. E essas teorias sobre os gatos que referes denotam essencialmente desconhecimnento do que é viver com gatos e falta de sensibilidade. Para gatos e concerteza para outras coisas também. Pensa no que te digo. Um beijo amigo

Gatopardo

Luis Baptista disse...

Pois, gosto de gatose pronte, maravilham-se com a sua aparência e todo o seu ser, envolvem-me nos seus sentidos e mexem comigo, sempre tive gatos, desde a adoloscência em casa dos meus pais, por ora tenho quatro, um já não me aparece hà alguns dias e estou a ficar preocupado, já cheguei a ter 9 e dezenas de histórias caricatas, ou seja já tenho gatos hà 25 anos e adoro gatos e não aceito pessoas que não gostam de gatos...

escorpiaotenhoso disse...

Luís Baptista,

Espero que o seu gato desaparecido tenha voltado a casa entretanto...

Acredito que haja pessoas que genuinamente não apreciem gatos, e estão no seu direito. O que me parece desnecessario é que os tratem mal...

Luis Baptista disse...

::escorpiaotenhoso.Pois o problema reside mesmo ai, no tratar mal. E isso por incrivel que seja, ainda se houve por aí, não só aos gatos, mas tbém a outros animais e isso é claro não posso aceitar, quanto ao gato, ainda não me apareceu, obrigado pela consideração.

escorpiaotenhoso disse...

Luis Baptista,

As gentes que partilham o mundo com os gatos e tantas outras espécies, esquecem os direitos dos outros. A natureza é emprestada a nós e a todas as outras espécies. Infelizmente nós humanos somos muitas vezes tudo menos exemplares...

Gatopardo

Marcia disse...

Estou eu aqui com insônia, pois um jovem amigo, que mudou para minha casa, declarou a falta de paciÊncia em ter de seguir a rotina da casa, como recolher a gata do jardim antes de sair de casa, ou ter de lidar com a brincadeira de esconde-esconde que ela arma quando vamos buscá-la; fico aqui pensando como não ser drástica, mas também o desconforto que me causou imaginar meu animal de estimação em situação de insegurança. Agradecerei algumas palavras que me ajudem a elaborar esse sentimento e situação negativos.
Adorei encontrá-los na busca do google, e poder falar isso a alguém que ama gatos.
Abços.