segunda-feira, junho 05, 2006

GATOS INTERACTIVOS

Gatos, sempre gatos, pelo menos por aqui.

Gatos encantados, personagens misteriosas. Especialmente para quem confunde determinados mitos com a realidade. Há muita ignorância e preconceitos associada aos nossos queridos gatos.

São criaturas muito sensíveis e inteligentes. E sociáveis. Muito sociáveis, se tivermos em conta os maus tratos a que na rua, tantas vezes estão expostos. De tal forma que é relativamente fácil obter a confiança de um gato de rua e estabelecer uma relação. Mesmo que só naquele momento, por nunca mais nos encontrarmos. É que os gatos têm uma espécie de sexto sentido para avaliar rapidamente os seus interlocutores. Defendem-se de elementos humanos suspeitos, pois claro. Mas também sabem confiar e interagir. São generosamente dignos. Com a presença, o olhar profundo. Independente e acima de tudo, mágico.

Foto e texto do Gatopardo - 2006

15 comentários:

Alexa disse...

É bem verdade... os gatos sabem confiar em quem lhes quer bem e desconfiar dos perigos.
Deve ser mesmo um 6º sentido que nós, humanos, há muito já perdemos.

zeni disse...

Quem diz que os "gatos são falsos", não sabe o que diz, não percebe nada de gatos...

escorpiaotenhoso disse...

Alexa,

Tens razão, mas ainda há humanos com o tal sexto sentido, mais ou menos desenvolvido, há quem lhe chame percepção. E funciona, e ajuda em muitas situações...

Gatopardo

escorpiaotenhoso disse...

Zeni,

Espelho, espelho nosso, haverá alguma espécie mais "falsa" que a humana????

Gatopardo

Rodrigues disse...

Não me posso queixar do meu sexto sentido. Estou sempre muito alerta. ;)

Por isso me dou tão bem com gatos... :)

escorpiaotenhoso disse...

Rodrigues,

Há mesmo quem saiba por que razão "gato escaldado tem medo de água quente"... Mas não será culpa dos gatos, não...

ET

zeni disse...

"...haverá alguma espécie mais "falsa" que a humana????"

Bem observado!

dreams disse...

... a maior partes das pessoas que condenam o gato pela sua aparente falta de devoção, fazem-no sem pensarem no que se espera deles próprios para poderem ser dignos de possuir um gato...
os gatos não querem ser acarinhdos nem tratados de modo indulgente...
na verdade, tratar um gato com meiguices superficiais revela-se mais ofensivo que gratificante...
antes de mais, os gatos pedem compreensão...

como pode um gato respeitar um ser humano tão insensato e imonderado que nem sequer sabe quando deve abrir-lhe uma janela ou uma porta?
ou que não sabe quando o gato quer ser admirado de modo inteligente ou que lhe falem?

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

b' disse...

só quem não conviveu com gatos é que não percebe as criaturas maravilhosas que eles são

infelizmente não posso tê-los em casa, mas tenho dois afilhados lindos e carinhosos
...e mimados ;) adoram festinhas na barriga, até rebolam!!!

bjs
@:)

alice disse...

miau!

b
e
i
j
i
n
h
o

sara aires disse...

Acho que só me resta assinar em baixo! Concordo plenamente.

PUUURRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR

escorpiaotenhoso disse...

Dreams,

Compreendes bem os Gatos, esses semi-deuses que se dignam às vezes partilhar as suas vidas com alguns humanos afortunados. Nunca vi um gato por em causa a sua dignidade.

Gatopardo

escorpiaotenhoso disse...

b'

Acredito que gostar de gatos e compreender os gatos, saber partilhar vida e espaço com eles é um privilégio para alguns...

Gosto muitos dos meus. E dos outros com que me cruzo todos os dias

Gatopardo

escorpiaotenhoso disse...

Plá Alice,

Um miau também para ti,

do Gatopardo e associados....

escorpiaotenhoso disse...

Olá Sara,

Benvinda a este espaço de gatarias diversas...

Gatopardo