terça-feira, abril 04, 2006

GATOS E FOTOGRAFIAS (Para a Pug e a Caiê...)



Cada fotografia é uma história.
Há a imagem, em negativo e positivo e, para lá do que se regista, há como que um aspecto mais íntimo: o momento único que proporcionou esse registo.
Os gatos a preto e branco das fotografias deste "post" e dos anteriores encontraram-se comigo na ilha de Rodes em Março de 2005.
Sempre que por lá tenho passado, ficam gatos de recordação.
Uma vez quiseram-me dar um gatinho muito pequeno, que tinha a mesma particularidade de Alexandre da Macedónia: um olho azul e outro verde.
Desta última estive junto ao mar, rodeado de uns gatos lindos, um dos quais me acompanhou pelas ruas...
Enfim, um gato numa fotografia é um personagem de uma história que podia ter sido escrita.
E, claro, os gatos são uns sábios, conhecem os amigos de imediato.

Texto e fotografias do Gato Pardo - 2006 e 2005

7 comentários:

alice disse...

"foi então que as árvores respiraram
sustentando a queda dos astros
haviam pernas a pisar os ramos,
indiferentes à dança das trevas
haviam faróis a bailar
por entre as sombras rasas
e cabelos humanos
nos troncos da inveja
*
como explicar o desprezo do espaço?
entender o terrorismo das feras diante dos teus braços?
perceber a ignorância dos patos a debicar cristal?
compreender a estância de zelo que a água empata?
decifrar a linguagem cega dos teus olhos parvos?
definir nas plantas a génese do teu abraço?"

um grande beijinho,

alice

escorpiaotenhoso disse...

Alice,

As tuas palavras fluidas tornam-te naturalmente Musa Honorária do GATO PARDO

Um beijo

Beatriz disse...

As fotografias dos gatos são muito bonitas. Em tempos também tive vários gatos, por motivos de saúde tive que os dar.
Um beijo de boa tarde.

Caiê disse...

:) :) :)
Lamentavelmente, a Pug e a Caiê só estiveram em Naxos e em Santorini, apesar de termos dois amigos da alma que moram na ilha de Rhodes... Amamos a Grécia por muitas razões: uma delas é essa liberdade soalheira, a curiosidade pela vida viva, a preguiça doce que apetece - enfim, a vida que um gato gosta de ter.
"Todo o mundo quer a vida que um gato tem!"
Muiot obrigada pela dádiva, ;), és um fotógrafo e pêras. Cada momento de sensibilidade tua é um presente!

escorpiaotenhoso disse...

Caiê,

Também já andei a deambular por Naxos e Santorini... Como GATO PARDO desenrascado, o primeiro passo para umas miadelas estivais na Grécia é atravessar a Europa como clandestino num qualquer camião TIR. No porto do Pireu há tantos ferries de portas abertas, que a dificuldade está na escolha... E há sempre uns gatos locais a dar uma ajuda...

Gato Pardo...

escorpiaotenhoso disse...

O GATO PARDO também já esteve em Santorini e Naxos, entre outros nomes exóticos sinónimos de azul em tons de céu e mar, com uma pincelada humana aqui, outra ali...
Gosto muito da Grécio e do Mediterrâneo em geral.

Gato Pardo

escorpiaotenhoso disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.