domingo, julho 16, 2006

DESCRIMINAÇÕES CONTRA OS ANIMAIS

Há dias passei por um Santário da margem Sul do Tejo, mesmo ali sobranceiro à ponte ex-Salazar, e não gostei da placa proíbindo a entrada de animais no local.
Para mim o local é essencialmente uma vista deslumbrante sobre o Tejo e Lisboa, mais do que a imagem criada nos anos cinquenta pelo Escultor Francisco Franco, inspirada no Corcovado do Rio de Janeiro.
Mas se é de facto um Santuário inspirado no desejo de Paz no Mundo, não seria mais simpático evitar descriminações? Descriminações são intolerâncias e estas estão na base de ódios infinitos sobre as grandes questões da religiosidade actual. Os fundamentalismos. Se o Deus até é o mesmo por que raio as grandes religiões monoteístas não se resignam ao Amor Universal e param de descriminar o seu próximo. Incluindo os animais, como eu que sou um GATOPARDO. Igual a uns gatinhos que conheci quando estive em Telavive, e com quem partilhei a refeição...
É tão feio proíbir tudo e mais alguma coisa. Não vos digo se entrei ou não no local, mas garanto que nas oliveiras dos jardins do Cristo Rei, havia bandos de Pardais. Descontraídos ainda que ilegais. E para mim todos eles são irmãos. Alguns tão especiais que os Amo, sempre, cada dia de todos os dias. Como os que partilham o meu espaço e são gatos lindos. E não estão proíbidos de nada. Será que os humanos não têm mais nada com que se entreterem????

Foto e palavras do Gatopardo - 2006

4 comentários:

zeni disse...

Estou contigo.

escorpiaotenhoso disse...

Olá Zeni,

Aprecio a tua poresença e solidariedade de ponto de vista. Na vida às vezes não é a questão em sí que choca mas a maneira como esta é gerida ou apresentada. Esta sinalética é feia e xenófoba. No fundo é o mesmo que acontecia não há muitos anos por exemplo nos EUA ou na África do Sul com a segregação racial e a discriminação entre negros e brancos. Com sinais parecidos com estes...

Gatopardo

zeni disse...

O problema é o mesmo de sempre: os animais são vistos como "coisas"...
(se tivesse tempo desenvolvia o assunto, mas estou com pressa, fica para outro post)

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

Zeni,

É verdade, mas acontece o mesmo connosco. Quem manda é o dinheiro e serve-se de todos os meios para que nós COISAS sejamos consumidores exímios, por exemplo. O assunto tem pano para mangas...

LMC