quarta-feira, janeiro 10, 2007

CATS FOREVER



CATS FOREVER, gatos para sempre. Os meus gatos, os dos outros, os de ninguém porque todos os gatos são de todos nós e ninguém é verdadeiramente dono de um gato.
Gostar de gatos é servi-los com os mimos e a comida e o conforto que eles mais apreciam e exigem. Gostar de gatos é respeitar os seus horários flexíveis, como fazer a minha cama só depois do almoço por a KIKAS só se levantar depois da 1h00 da tarde, e nestes dias janeirentos ser uma crueldade tirar a menina do quentinho dos lençóis...
Gostar de gatos é admirar a sua liberdade e altivez, respeitar a sua divindade...
E quando for grande também quero ser gato. Um grande gato preto de olhos verdes, com que quero abraçar o mundo do alto da janela cheia de sol...
Texto e fotografia do Gatopardo - 10 Janeiro 2007

12 comentários:

zeni disse...

Muito bem dito. Há pessoas que acham que os gatos têm que se adaptar ao nosso modo de vida, quando é precisamente o contrário! Todos os que têm animais, e em especial, gatos, têm que se adaptar ao modo de vida deles, ou então, não os tenham. Por isso é que há tantos abandonos...

escorpiaotenhoso disse...

Para nós, vassalos felizes dos nossos gatos, isso é natural de entender, mas acredito que muito boa gente pura e simplesmente desconheça estes assuntos da correlação entre felinos e humanos... E a ignoranciazinha acaba sempre por se apresentar atrevidota...

Gatopardo

LisbonGirl disse...

Vassalos Felicíssimos dos nossos gatos!!!!! De todos, os de casa, os da rua, os dos amigos!Bem hajas Gatopardo por não tirares a menina do quentinho dos lençois! E pelos posts, claro!

Meow disse...

Bonito texto!

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

LisbonGirl,
Para dizer a verdade às vezes, mais que vassalos somos escravos das ferazinhas: quando decidem vir todos para o meu colo, e insistem, insistem até eu desistir...

Gatopardo

escorpiaotenhoso disse...

Meow,
É o resultado de uma forte corrente inspiradora de quatro patinhas...

Gatopardo

escorpiaotenhoso disse...

Meow,
É o resultado de uma forte corrente inspiradora de quatro patinhas...

Gatopardo

Galufi disse...

Hermosas palabras, Gatopardo. Palabras muy propias. Yo creo que ya sos un gato, un gato poeta ;)

escorpiaotenhoso disse...

Olá Galufi,

Pois, gosto d eescrever, sim, e sou sensível à poesia. Mas a melhor poesia é escrever com uma gata agarrada a mim, como está a acontecer neste momento, com a RITA colada ao meu peito, entre o computador e eu, em cima da mesa...

Gatopardo

DRD disse...

Excelente!É isso mesmo...
Como a escrita não é a minha paixão(a grande paixão são mesmo os bichanos), gosto sempre de aqui vir para ler aquilo que sinto e que gostaria de dizer (ou saber dizer).Um bjinho a todos os felídeos e seus fieis companheiros!

escorpiaotenhoso disse...

drd,
É sempre bem vindo a este espaço inter-espécies com predominância felina...

Gatopardo

PAH, nã sei! disse...

ora aqui está!!
ainda ontem fui quase "insultada" pelo facto de dizer que deixara a cama por fazer, pois a "velhota" da casa (doce Rita, no auge dos seus 8 anos), ficara a dormir enroscadinha no edredon...

dizia eu: mas como vou tirar esta doçura daqui... está frio e ela dorme profundamente?

respostas: mas as gatas mandam em ti, é?

ao que respondi: elas são minhas donas... :) vocês não conhecem os gatos. Dão-nos o prazer da sua companhia e carinho.

AFINAL NÃO SOU SÓ EU!! :)))