segunda-feira, agosto 21, 2006

A GATA DAS CRUZES

Num passeio recente pela cidade do Funchal encontrei-me com esta gata branca de olhar triste no miradouro das Cruzes, onde a vista deixa a desejar relativamente a 1972, quando lá passara anteriormente.
A cidade é a mesma, mas alguns dos edifícios são mais altos.
Quanto à anfitriã do espaço, pareceu-me doente, com qualquer coisa respiratória, daí o seu ar triste, que de alguma forma me contagiou. Porque gosto de gatos e de muitas outras chamadas criaturas de Deus, incluindo alguns humanos.
E não sou alheio ao sofrimento, realidade banal dos nossos dias desde sempre, que nos faz questionar a verdadeira natureza dessa entidade "infinitamente boa" a que alguns chamam criador. Em seu nome continuam a fazer-se as maiores atrocidades.
Onde está afinal o sentido das coisas?
Sem respostas para muitas das interrogações do nosso mundo, lá continuei o meu passeio com a gata branca das Cruzes no coração...

Gatopardo - 2006

13 comentários:

Julie disse...

+ uma amiguinha precisando das nossas boas oraçoes.

escorpiaotenhoso disse...

Julie,

Além das nossas orações e boa vontade, acho que esta precisa de cuidados médicos.

Gatopardo

Isabel disse...

É de partir o coração, olhar para os olhinhos dela

escorpiaotenhoso disse...

Pois é Isabel, nem imaginas a dificuldade com que ela me abriu os olhos para os retratos. Mas depois lá se levantou e seguiu a sua caminhada... Se eu pudesse, em vez de 5 tinha 500 gatos junto a mim...

Gatopardo

Alexa disse...

Gatinha lindíssima... infelizmente, efectivamente com o olhar triste e adoentada :(

O que me custa mais a mim também é quando os deixamos assim, sem nada mais podermos fazer... e depois o pensamento que não nos larga, do que será feito deles :(

As fotos com esse fundo dos azulejos oitocentistas ficaram lindas :)

Bjs

Anónimo disse...

Gatinha lindíssima... infelizmente, efectivamente com o olhar triste e adoentada :(

O que me custa mais a mim também é quando os deixamos assim, sem nada mais podermos fazer... e depois o pensamento que não nos larga, do que será feito deles :(

As fotos com esse fundo dos azulejos oitocentistas ficaram lindas :)

Bjs

escorpiaotenhoso disse...

Pois é Alexa, custa muito ver estas criaturazinhas todas ao abandono, ou a precisar de cuidados médicos. Uma vez trouxe para casa um assim doente, sem pensar nas possíveis consequências para os que já tinha. O resultado foi ter de tratar três gatos doentes...

Gatopardo

Meow disse...

Só nos resta esperar que esta gatinha tenha a sorte de encontrar alguém que cuide dela!!

escorpiaotenhoso disse...

Meow,

Podia até ter alguém. Mais à frente vi outra gata com mau aspecto, tipo tartaruga, e de repente dirigiu-se a um homem de meia idade, com a cauda levantada, toda contente, e foi para casa com ele. A gata transbordava afeição pelo seu amigo. E segui o meu caminho...

ET

Salseira disse...

Hoje li uma história contada pela Catarina Furtado numa crónica sua e agora este post e os seus comentários fez-me lembrar dela.

Contava ela que uma senhora foi ao canil buscar um cãozinho que lá estava por ter sido abandonado e o levou para casa de um mendigo que vive numa casa abandonada e da caridade de terceiros.

Disseram algumas pessoas que isso era uma maldade porque o cão iria viver na miséria.

Mas o cão está feliz porque encontrou um amigo. Comem os dois do que há e fazem-se companhia nesta vida que não tem sido fácil para nenhum deles.

Conta também outras histórias de animais que depois de terem sido abandonados encontraram outras pessoas de bom coração que tomaram conta deles.

E são coisas destas que nos fazem acreditar nesse tal Ser infinitamente bom...

Qual será o Sentido? Não sei... Mas sei que há! :)

escorpiaotenhoso disse...

Salseira,

O mundo está cheio de histórias como a que referes no teu comentário: histórias de Amor. Para acontecerem não é determinante ter, mas ser e sentir... Daí o Cão da tua história e o respectivo Amigo sentirem algo de especial, sem necessariamente haver um suporte material confortável associado... A vida é assim...
Gostei da tua visita e comentário...

Gatopardo

Rodrigues disse...

:'( Que impotência...

escorpiaotenhoso disse...

Pois é, Rodrigues...

Gatopardo